Não passarão. Eu, passarinho

Sabe… estou há oito anos circulando nesse meio literário e vendo coisas e conhecendo pessoas. Já deu para ver e corrigir muitos erros (e abrir espaço para novos). Mas, principalmente, tive tempo para sacar qualé que é de muita gente. Aliás, meu pai me ensinou a farejar picaretas. Só precisava de um tempo para recalibrar meu olfato.
Eu não caio mais no papo de zé ruela, maluco, cuzão e canalha. Já tive minha cota…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s