Morte lenta

Estamos viciados na felicidade e na tristeza virtuais e no amor superficial e passageiro das relações derretidas. E chamamos tudo isso de liberdade.
E ainda nos achamos sabichões e sabichonas.
Pois estamos só deixando que máquinas e pessoas de almas pequenas fodam nossas cabeças.
Isso não é liberdade. É só morte lenta.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s