Sortudo

Acho que descobri o problema do brasileiro: confiar na sorte. Seja qual for a probabilidade.
O cara é pobre, ferrado, vende o almoço para pagar o jantar, mas sabe por que ele é contra a taxação de grandes fortunas? Pelo motivo que ele não assume: acha que, se um dia virar milionário, não vai querer pagar esse imposto. Porque ele acha que essa possibilidade existe. Mesmo que só 1% da população brasileira é rica.
Mesma coisa que faz a galera furar quarentena. Já que 80% não apresenta sintomas ou tem sintomas leves, ele COM CERTEZA estará nesses 80%. Isso SE pegar.
Brasileiro precisa começar a ser um tico mais pessimista. Mas pessimista de verdade, não aquele que faz piada, mas no fundo acha que vai ficar tudo bem.
Um pouco de pessimismo faz a gente se movimentar. Mudar, ir atrás.
É como o arrependimento.
Não acredite em quem diz que você não deve se arrepender de nada. É o arrependimento, a vergonha, a culpa que fazem a gente perceber que fez bobagem e aprender a não cometer o mesmo erro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s