O chato quase inteligente

Tem um tipo de chato que me incomoda profundamente. É aquele cara que te faz até se sentir um homem das cavernas, porque é inteligente demais pra você acompanhar.
Como ele se faz perceber dessa forma? Descascando informações, curiosidades e parecendo uma referência bibliográfica viva. Cita uma lista de escritores, filósofos e afins dos quais a maioria dos mortais nem ouviu falar.
Mas aí é que está o engodo.
Ele tem muita informação na cabeça. Mas não pense que ele sabe utilizar isso de outra forma que não seja alimentar sua suposta superioridade.
E ser chato.
Dou um exemplo:
Certa vez, participei de uma reunião do condomínio onde morava. Tinha um desses chatos lá. Ele pedia a palavra toda vez. Alguns momentos, para dar algum dado interessante, mas que não ajudava no debate, como a origem das máquinas dos elevadores. Na maioria das vezes, no entanto, era para apresentar algum dado fora de contexto e desviar a conversa para algum outro problema que ainda não estava na pauta.
Ou seja, falava pra caramba e desviava o assunto.
Ou seja, atrapalhava a reunião.
Ou seja, era chato!
Precisávamos votar algo simples. Concertar as paredes do fosso do elevador para que mais reboco não caísse e acabasse causando um acidente, como já tinha acontecido naquela semana e que, por sorte, não tinha machucado ninguém. Simples, né? Votar uma reforma para garantir a segurança dos moradores.
Pois esse chato fez a reunião durar um triplo do tempo e desviou o assunto e a pauta mais vezes do que consegui contar. Só atrapalhou e, se não o tivessem finalmente cortado, com certeza, algumas semanas depois, alguém seria atingido por concreto dentro do elevador, talvez enquanto estivesse levando os filhos para a escola.
O chato é muito perigoso.
Esse tipo de chato usa uma verborragia cheia de cortesia, bibliografia, auto-isenção e retórica acusatória para defender alguma ideia imbecil ou simplesmente confundir o debate. Os objetivos são variados. Mas, se for um chato, pode crer, não serão bacanas. Ele só quer encher a paciência das pessoas e se sentir superior.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s